Morte, 12%

Caros amigos leitores, realmente tenho ficado meio confuso com muitas coisas que estão acontecendo em nosso ambiente eleitoral.
O ex-Governador Eduardo Campos tinha, até sua morte, de acordo com o Ibope, 9% das intenções de voto.
Intenções essas que passaram para 21% conforme pesquisa do Datafolha com a agora candidata Marina Silva em seu lugar.
Vejamos: das duas uma, ou o povo se sentiu comovido com a morte do Eduardo Campos ou fica claro aqui, após essa pesquisa, uma preferência exacerbada por Marina.
Realmente não temos como entender o “pulo” dado nas pesquisas para o partido PSB.
Uma coisa é certa: a morte moveu tantas opiniões que, se fosse candidata talvez levasse as eleições pro segundo turno e aí fica a pergunta: quem morreu realmente? O Eduardo Campos ou nós mesmos?

Anúncios